sábado, 4 de dezembro de 2010

Vinil

O Vinil está na moda! Sim! Engana-se quem pense que estão esquecidos! Muita gente continuou guardando seus LPs a despeito do surgimento do CD e demais mídias digitais, outras voltaram a cultuá-lo. E agora muita gente nova (muita mesmo) tem descoberto verdadeiramente o amor pelo Vinil! Uma galera grande que cresceu numa era de mídias digitais tem corrido atrás das chamadas ‘bolachas pretas’!

Quando se fala em Vinil costuma-se comentar que as capas maiores seriam o grande atrativo! Só que vai muito além! No entanto as capas são sim um dos elementos que fascinam no Vinil! Muitas capas de LPs, aliás, tornaram-se famosas e muitas contaram com bastante criatividade!
Os lançamentos do Iron Maiden, por exemplo, sempre traziam além da música a expectativa de como seria o novo desenho do Eddie sempre com capas super legais! Outras capas bem legais foram as famosas capas de Sgt. Peppers e Abbey Road dos Beatles (supostamente trazendo várias mensagens ocultas) e essa segunda é diariamente lembrada numa esquina de Londres, onde fãs tiram fotos imitando os quatro rapazes de Liverpool, atravessando a rua no famoso endereço, um ponto turístico da capital inglesa!
Das capas criativas temos, por exemplo, um LP da banda progressiva Emerson, Lake & Palmer que era em forma de moeda. Houveram muitas capas vazadas que se completavam pelos encartes como a do LP Physical Graffiti do Led Zeppelin... E por aí vai! Os exemplos seriam muitos! Além do barato que eram as capas duplas (algumas até com ‘livrinhos’ dentro), muito típicas dos LPs de shows ao vivo. Além dos encartes, e rótulos e etc. (Claro alguns CDs tem tido capas criativas também, como Ace Frehley, ex-Kiss que lançou não faz tanto tempo um CD cujo capinha vira pirâmide, ou a lindinha caixa de CDs do AC/DC em forma de amplificador).

As capas de Vinil, digamos, requerem também maior cuidado dos donos de LPs, muitas vezes relíquias! Além do cuidado com o LP em si! As capas podem facilmente amassar, muitas vezes bancamos ‘restauradores minuciosos’ (o que nos cativa mais do que simplesmente comprar outra capinha de plástico quando quebra a do CD). O LP precisa ser lavado de vez em quando! A forma de guardar ,sempre em pé para não empenar, e deixando a boca do plástico protetor para dentro da capa para evitar poeira... Enfim... O Vinil exige carinho e cuidado! O que acredito que seja um fator que nos faz gostar deles! O Vinil desperta nosso espírito de colecionadores! Tem muito mais clima colecionar LPs com os quais acabamos estabelecendo, por conta dos cuidados, uma relação mais afetiva!

O som do Vinil tem algo especial! Parece haver uma ‘energia’ diferente quando se escuta seu som analógico! (acho que os pratos de bateria, por exemplo, teem um som melhor no vinil, assim como todos os tons médios). Muitas pessoas dizem que o Vinil estala feio batata frita! O que acontece sim com LPs que foram mal-tratados. Mas um Vinil em perfeito estado em uma boa aparelhagem não fica devendo! O que fica devendo sim é o som de gravações antigas relançadas em CD! Quando artistas atuais gravam seus trabalhos em aparelhagens digitais e isso vai para o CD tudo bem, mas as gravações antigas, cujo original foi gravado com equipamento analógico, quando transferido para uma mídia digital definitivamente não fica bom. É um desastre! Parecendo som dos antigos cassetes (pelo menos para mim).

Novos fãs de Vinil costumam sentir falta de ver bandas atuais lançando seus trabalhos em LP! Alguns artistas, como recentemente a cantora Pitty, lançaram seus novos trabalhos em Vinil! Só que os preços desses são um pouco mais altos. Mas estão saindo. De qualquer forma você (ainda) pode passear por lojas e sebos e encontrar muita coisa boa da antiga super barato! Além de descobrir bandas e artistas que não conhecia ainda, tem muito material ‘old school’ e clássico do rock que merece ser descoberto por ‘novos roqueiros’

Por fim escutar um Vinil parece seduzir também pelo processo: Tirar o Vinil da capa, dar uma limpadinha na agulha, ter que virar o lado... tudo isso parece se constituir em um verdadeiro ritual em que nos vemos envolvidos muito mais do que o frio clicar numa pasta de arquivo do computar e selecionar ‘reproduzir’!
Talvez se possa comparar com o charme de ter um livro em mãos (Vinil) e ler e-books (CD)!

(na foto: minha amiga Karin)

...beijinhos***

domingo, 21 de novembro de 2010

Ignite

Se esse nome é novidade para você. Minha dica é que conheça essa banda! São uma banda californiana que começou em 1993, tiveram algumas mudanças de membros ao logo dos anos em suas duas guitarras, vocal, baixo e bateria. Mas sempre produzindo bons álbuns na linha Hard-Core melódio!
Se você curte esse estilo e bandas da linha punk, hard-core e afins. Provavelmente você vai curtir o som deles. Eu, pessoalmente adoro!
O Site oficial deles é www.igniteband.com lá você encontra Myspace dos caras e etc.

…beijinhos***

Você pode conferir a música Bleeding deles na rádio deste blog:

sexta-feira, 15 de outubro de 2010

Som Novo: Punkake

Essas quatro garotas estilosas, na foto com a VJ MariMoon, são a Banda paranaense Punkake que teem dividido palco com a banda Lipstick e já receberam espaço na programação da Mtv.

Com influências sonoras que vão desde Elvis Presley e Celly Campelo até Kings of Leon e Strokes, passando por Hole, Nirvana, AC/DC, L7, The Cure, White Stripes, Luxúria e etc. As garotas Bacaci: voz, Ingrid: baixo; Lívia: guitarra e Lucy: bateria fazem um rock bem legal e alegre e bom de ouvir como na música “Tão Sexy” que você confere aqui na rádio do blog:

http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

Ou confere muito mais nos links delas (podendo inclusiver baixar o cd) nos links:

http://www.myspace.com/bandapunkake

http://www.fotolog.com/bandapunkake

http://www.youtube.com/punkakerock

Twitter: @punkake.

...beijinhos***

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

The Fratellis


São uma banda indie rock de Glasgow, Escócia.
Rolava uma especulação a cerca do nome da banda, que para alguns teria sido tirado d filme "Os Goonies" (1985). Eles declararam ao jornal britânico "The Sun" que trata-se apenas do sobrenome do baixista que resolveram adotar como nome pra banda, tornaram-se Jon Fratelli, Barry Fratelli e Mince Fratelli (voz e guitarra, baixo e bateria e backing vocal- nesta ordem) (É um nome legal né? Lembrou dos Ramones também?).


A banda tem dois albúns lançados:
Costello Music 2006
Here We Stand — 2008
Mais 7 singles
e 3 EPs Um deles "The Fratellis Ep" chegou a tornar-se posteriormente a projeção da banda, objeto de leilão no site eBay (morrendo em mais de 30 libras esterlinas), pela baixa tiragem em que foi lançado.

Fazem um som indie que, a mim pessoalmente, agrada muito.
E você confere a música deles na rádio deste blog.

..beijinhos***



sábado, 9 de outubro de 2010

Atreyu

Banda californiana formada em 1998. É uma banda que começou mais metalcore, mas adquiriu bastante características de post-hc e outros influências roqueiras formando um som de definição própria. São uma das minhas bandas favoritas. Vale muito a pena conferir o som deles! Quem curte Post-hc vai gostar. Em trabalhos mais recentes as letras teem tido temas mais sombrios e pessoais.

Site oficial: http://www.atreyurock.com/ aqui você encontra Myspace, Twitter e etc deles.

Clipe de “Right side of the bed”: http://www.youtube.com/watch?v=kWb93oXXclA

...beijinhos***

Lennon


Numa cena do filme “HELP!” dos Beatles, eles estão na Scotland Yard e o diretor da Scotland Yard diz ironizando: “Oh! Os famosos Beatles! Quanto tempo será que vai durar?" A resposta a esse pergunta é: Os Beatles são eternos

"Você só morre de verdade quando não se lembrarem mais de você."

E você, Lennon, viverá para sempre! Obrigado por ter estado aqui! Você deixou esse Mundo melhor com o tanto que nos deixou! Por aqui ainda precisamos dar uma chance à Paz, mas as coisas hão de melhorar, pois Amor é tudo o que precisamos. Eu sei por que você nos ensinou.

Ouça John Lennon e também The Beatles na radio deste blog: http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

domingo, 3 de outubro de 2010

Celldweller

A partir de hoje vou começar uma série de posts breves trazendo bandas que talvez não sejam tão conhecidas, mas são ótimas e acredito que vale muito a pena conferir! Começo com a banda Celldweller

Celldweller

Banda novaiorquinha. Iniciaram suas atividades em 1999.

Se você gosta de jogos provavelmente já os escutou. Tem música dos caras nos jogos Road Rash e Need For Speed Most Wanted. Também estão em trilhas do cinema: Bad Boys II, Homem Aranha 2 e Mulher Gato entre outros.

Seus 4 integrantes usam guitarras, teclados, percussão, baixo, vocais e programações para criarem uma mistura de Nu Metal com música eletrônica!

São uma das bandas que mais curto! E Switchback é uma música incrível e você pode escutá-la na rádio deste blog.

...beijinhos***

site official: www.celldweller.com

Rádio do blog Rocka' Aline

http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221 (A rádio abrirá no pop-up. Deixe no modo original e vá até o fim da lista de músicas)

quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Bon Jovi

Outubro também vai ter Bon Jovi na Praça da Apoteose e no Morumbi.

O Bon Jovi é uma banda de Hard Rock no estilo apelidado de farofa! E são excelentes em fazer esse tipo de som! Um dos melhores no seguimento mais pop do Hard Rock! E Jon Bon Jovi, digamos a verdade, sabe cantar. Talvez poderíamos chamar o estilo da banda de Rock de Arena! Refrões marcantes com muitas repetições, overdubs, os temas românticos…

A discografia obrigatória deles é Slippery When Wet de 1986 (capa no detalhe pequeno da foto) com as músicas, que acredito são as mais marcantes da banda ‘You Give Love a Bad Name’, ‘Wanted Dead or Alive’, a balada água com açúcar ‘Never Say Good-bye’ fez sucesso na época e ‘Livin’ on a Player’ que é uma das músicas mais bonitas do Hard Rock, muito executada até hoje e tem uma guitarra antologia (e tá no Guitar Hero).

O álbum seguinte “New Jersey” foi marcante para o estilo pop/rock! Destacando-se as faixas “Born to Be My Baby” e outra balada “I’ll Be There for You” emplacou

Pessoalmente gosto do trabalho do guitarrista Richie Sambora na banda, referência no estilo, e que sempre “dá aulas de guitarra pop” com solos melódicos (consigue-se lembrar de cada nota do solo de Livin on a Player mesmo sem escutá-la há séculos), técnicas e efeitos como two hands, alavancadas, flanger, delay, harmonizer e talk box.

Durante a década de 90 o cantor Jon Bon Jovi e o guitarrista Richei Sambora realizaram trabalhos solos. No trabalho de Jon marcou a canção Blaze of Glory (até hoje se repetindo com frequencia na MTV) e no trabalho de Richie álbuns bons, que não são típicos álbuns solo de guitarrista cheio de solos mirabolantes e intermináveis, mas com boas composições e guitarras bem interessantes!

A banda deu uma 'esfriada' passou 5 anos sem lançar álbuns, mas nos anos 2000 voltaram a emplacar sucessos como "It's my Life" e outros... A atual turnê tem tido sucesso de público e voltam a reencontrar seus fãs brasileiros após 15 anos.


…beijinhos***

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Bandas com Números no Nome

Parece que número em nome de banda tá na moda! NX Zero, Hevo 84, CPM 22 e etc no Brasil. 30 seconds to Mars, Matchbox 20, 30H!3 e etc na gringa... e grupos sem ser de rock também como o Mpb4 só pra citar exemplo. Talvez a banda pioneira tenha sido uma banda que começou ainda nos anos 50 e alcançou sucesso no início dos anos 60 chamada ‘The Four Seasons’. Nos 60 ainda teve ‘Count Five’ e ‘Ten Years After’. Nos anos 70 ‘Three Dog Night’, ‘999’ e ‘Sham 69’. Nos anos 80 o pop B52’s, a reggae UB40 e o U2 de Bono Vox mantiveram a tradição dos números. Já nos 90 os exemplos são 10.000 maniacs, 4 Non Blondes (e seu exaustivamente executado único sucesso What’s up) e a muito boa L7!

Que tal algumas sugestões de músicas que acho que vale a pena baixar de bandas com números no nome? Vamos começar então com a

L7 – uma banda só de garotas formada em 1985 fazendo um som muito legal “meio heavy metal + punk”. Mas fizeram sucesso na época do grunge e costumam ser consideradas grunge. Desde 2000 não têm feito muito coisa infelizmente. Músicas para baixar: “Pretend we’re dead” e “Monsters” (assista o clipe estranho e legal)

Sum 41 banda canadense faz um som punk-pop. Músicas para conhecer “With me”, “Fat lip”, “Underclass hero”

Avenged Sevenfold – Banda californiana que começou mais metalcore e tem mudado o som mais pra metal... Tem guitarras, vocais, batidas muito legais! Curta a música: “bat country”

3 Doors Down Banda Americana ‘pós-grunge’ levam um som alternative. Provavelmente você já ouviu o sucesso “Here without you”!

Blink 182 Estudantes californianos se juntam e formam banda bem-humorada com melodias punk rock!” Se a banda fosse um filme essa seria a sinopse. Quem curte coletânea eles teem um “greatest hits”. Mas eu prefiro o cd ao vivo “Family Reunion”! Baixe: “All the small things”, “What’s my age again”,”I miss You”, “Dammit”, “Man overboard”

30 seconds to Mars: Também californiana. Banda de som alternativo. Músicas“The Kill”, “Attack” e "This is War" e "Closer to the Edge" essa última tem um clip muito show rolando direto na Mtv!

Por último (mas com certeza não menos importante!). A minha favorita:

THREE DAYS GRACE

Eu pessoalmente amo o som dos caras! Pra mim são “só” minha banda favorita (junto com a “Mew” da Dinamarca).

Se eu fosse você baixaria tudo deles. (agora!)

Banda Canadense de ‘metal alternativo’ fazem um som pesado e com toques melódicos.

O nome da banda meio que quer dizer "Se tivesses três dias para mudar alguma coisa na tua vida, conseguirias fazê-lo?" – Os “3 dias de Graça”.

Foi com o primeiro álbum “Three days Grace”de 2003 que alcançaram o sucesso. O álbum estourou rapidamente e se você ouvir “I Hate Everything About You” vai entender por que! Aliás, você provavelmente já escutou essa música. Só que o disco inteiro é muito foda! Gravaram mais dois ábuns fodas. Os álbuns do ‘3DG’ são daqueles que você curte muito da primeira à última faixa! Mas vou avisar, quando escutar 3DG você vai querer colocar o som no máximo e cantar berrando junto! “(8) …I HATE EVERINTHING ABOUT YOU! WHY DO I LOVE YOU?!!! (8)”

…beijinhos***

Escute algumas músicas de bandas com nº no nome na rádio do blog

http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Satã X Cristo e o Rock Pesadão!


Eu pessoalmente tenho religiosidade neo-pagã, portanto Cristo ou Satã não fazem parte do meu conjunto de crenças. Mas adoro um som pesadão e riffs de guitarra. Se você é como eu, pode curtir as quatro bandas que trago hoje. Ou escolher um dos lados.

Do lado de Cristo temos:

P.O.D.[favoritas minhas] É uma banda cristã de new metal dos Estados Unidos formada em 1992. No primeiro trabalho eram mais hardcore, posteriormente introduzindo outros elementos no seu estilo. Álbum que sugiro para conhecer: “Satellite”. Músicas: “Alive”, “Youth of the Nation”, “Portrait”, “Sleeping awake” (Matrix Reloaded)

Underoath [favoritas minhas] Também uma banda cristã dos Estados Unidos. O vocalista Spencer Chanberlain diz: "Eu não quero somente ser divulgado como uma banda cristã, pois eu acho que vai muito além disso. Rótulos podem ser limitadores", mas também diz que "eu quero que as pessoas saibam que somos uma banda Cristã".(wikipédia). Eles fazem um som Post-Hard Core. Mesclando vocais melódicos e guturais. A banda teve várias mudanças de integrantes sendo que o único remanescente da formação original o baterista Aaron Gillespie anunciou esse ano sua saída da banda. Eu sugiro que quem goste de Post-HC escute tudo da banda. Mas pode começar pela música “Writing on the Walls” para sacar o som dos caras!

2X0 pra Cristo até agora. Vamos ver os representantes de Satã:

Siebenbürgen é uma banda de Black Metal da Suécia com vocal feminino de Kick Höijertz além de muitos pontinhos em cima do sobre nome é excelente vocalista e melhora com a companhia de vocais guturais de Marcus Ehlin no contra-ponto vocal (só um pontinho no i?). Curiosidade: Siebenbürgen é o nome antigo da Transilvânia. Sugiro o álbum “Plagued be thy Angel”.

E por último, mas não menos importante uma das minhas bandas preferidas, empatando o placar em 2X2

Cradle of Filth [favoritas minhas] Banda inglesa formada em 1991. O povo discute se seriam “extreme gothic metal” ou “symphonic black metal”. Estão do lado de Satã nessa história, também falam sobre vampirismo, literatura gótica etc. Eles se apresentam com visual cheio de caracterizações bacanas. O importante é que fazem (em minha opinião) um som muito bom! Tenho escutado muito o álbum “Thornography” ultimamente e indicaria este! Minha música favorita deles é Ninphetamine

Bem! Essas são as dicas de bom rock pesadão de hoje

Quem vai gostar? Fãs de Black Metal com certeza conhecem o Cradle of Filth e talvez curtam também o Siebenbürgen e fãs de Post-HC vão gostar do Underoath! Também devem gostar do P.O.D.

Enquanto a Guerra pela sua alma rola você confere Cradle of Filth e P.O.D. na radio deste blog: http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

...beijinhos***

domingo, 19 de setembro de 2010

RUSH

O Power Trio

Falamos no último post sobre trocas e mais trocas de integrantes de bandas. Isso me faz lembrar da banda Rush.

No caso do Rush são os mesmo três caras há mais de três décadas! Logo no início da carreira em 1968 Alex Lifeson (guitarra) se somava ao baixista e vocal Jeff Jones, substituído ainda em 1968 por Geddy Lee (vocal, baixo e teclados) e o baterista John Rutsey (gravou o primeiro álbum) substituído em 1974 por Neil Peart e pronto! São os mesmo três caras desde 1974; ainda antes do auge e da primeira turnê pelos Estados Unidos (O Rush é canadense). O baterista Neil é considerado por muita gente o maior batera de todos os tempos (mais uma daquelas eternas discussões, e ainda rola por aí a famosa história de manter uma moedinha na parede com as baquetas). Geddy Lee também é figura presente no papo da galera que curte rock clássico quando o assunto é baixista sendo também marcante como vocalista! Completa o trio o excelente guitarrista Alex Lifeson também um grande músico! Enfim o Rock tem muitos power trios excelentes. Mas quando se fala em power trio vem à mente inevitavelmente o nome Rush! A banda passou por evoluções no estilo de som, mas sempre marcou pela qualidade de seus músicas, composições complexas e suas letras!

Se você gosta de bons músicos e rock clássico você deve amar o Rush. E é legal ver sempre os mesmos três caras tocando juntos tantos anos e nos brindando sempre com um som de muita qualidade

Discografia obrigatória: Não deixe de ter um exemplar de "Fly by Night" (capa com a coruja em detalhe menor da foto) na sua discoteca de Rock!

Músicas super clássicas para você baixar para o ipod: Tom Sawyer, Fly by Night, YYZ, Close to the Heart, La Villa Strangiato e The Trees

O Rush estará em outubro se apresentando no Brasil incluindo a Praça da Apoteose \o/

...beijinhos***

Você pode ouvir algumas bandas que cito nos posts na rádio do blog: http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221


sexta-feira, 17 de setembro de 2010

O Vai-e-Vem das Bandas.

Mudança de integrante de banda costuma acontecer demais! Brigas, egos que se chocam, morte etc. Se formos falar de mudanças de membros de bandas será uma lista enorme. No caso das bandas clássicas e bem old school acontece algo curioso; os membros saindo de uma e indo pra outra e voltando... uma confusão para novos fãs interessados nas suas biografias. Vamos ver exemplos...

Ozzy Osbourne deixou o Black Sabbath e a vaga foi preenchida por Ronnie J. Dio que cantou anteriormente no Rainbown, banda de Richie Blackmore guitarrista lendário do Deep Purple. Falando em Deep Purple o seu vocalista Ian Gillan também foi parar no Black Sabbath após a saída de Dio que montou uma banda de nome Dio que contou com o guitarrista Vivian Campbell que passou pelo Whitesnake e hoje está no Def Leppard. Falando em Whitesnake o vocalista da banda, David Coverdale também cantou no Deep Purple, sem esquecer de John Lord que andou tocando seus teclados no Deep Puple e também no Whitesnake. E ainda no Deep Purple tivemos o vocalista Joe Lynn Turner que assim como Dio cantou no Rainbown. E por aí vai!

Outro fenômeno que começou a acontecer foi o dos retornos! Ozzy voltando para o Black Sabbath, E tem o David Lee Roth vocalista do Van Halen, que foi substituído durante muitos anos por Sammy Hagar (agora no Chickenfoot) e depois voltou para a banda de Eddie Van Halen.

Tem casos como o Iron Maiden que teve muitas mudanças e Bruce Dickson segundo cara a ocupar o vocal principal da banda que saiu e voltou assim como o guitarrista Adrian Smith que após formar uma dupla de guitarra excelente com Dave Murray passou uma temporada ausente e voltou ao Iron Maiden. E o caso do Kiss, do linguarudo Gene Simmons, que é repleto de mudanças de membros, especialmente na guitarra solo e ultimamente andam vestindo outras pessoas como se fossem Ace Frehley e Peter Criss. (Lastimável pra mim! Deveriam ter as próprias maquiagens).

Tem as bandas que encerram as atividades e de repente anuncia-se o grande retorno, mas retornam com um só integrante da formação original! Normalmente ficam devendo muito para o que os fãs estavam acostumados. E a galera vai ao show ver só o guitarrista?! =S. Uriah Heep por tem 19 ex-integrantes! =O

Sabia que Sid Vicious do Sex Pistols tocava (tocava?) bateria com Siouxsie & The Banshees quando ainda eram de garagem? Ah! E o Robert Smith do The Cure também passou pela banda.

Esse vai-e-vem das bandas cria também eternas discussões entre fãs (bem chatas por sinal, mas de tão folclóricas às vezes divertem) exemplos: qual o melhor vocalista do Van Halen? Sammy ou Dave? – Paul Diano (gravou os dois primeiros do Iron Maiden) ou Bruce Dickson? – Sabbath do Ozzy ou Sabbath do Dio? Nessas comparações sempre ressuscitam caras como o vocalista Bon Scott do AC/DC, por sinal é bom lembrar-se dele! AC/DC é uma das minhas bandas prediletas! Metallica, outras das minhas bandas favoritas também tem Cliff Burton sempre sendo ressuscitado! (adquira o álbum “Kill’em All” – Discografia obrigatória). Mas quando o cara morre aí não tem jeito! Só substituindo mesmo! xD

Se bem que os fãs adoram isso de viver debatendo! Comparam músicos de bandas diferentes também como entre baixistas: Billy Sheehan (Talas, David Lee Roth, Mr. Big), Steve Harris (Iron Maiden) ou Geddy Lee (Rush)? Hey! Sou fã do Cliff Burton e do Flea do Red Hot e você?

E quando a discussão é sobre guitarristas solo? Aí não tem fim! É um tal de comparar Steve Vai (que por sinal também tocou no Whitesnake), Eddie Van Halen, Yngwie J. Malmsteen, Satriani, uma renca de guitarristas shreder e etc que não acaba mais!


Enfim, esse post já está um tanto longo e nos leva ao próximo post: Rush!

...beijinhos


Você pode ouvir algumas bandas que cito nos posts na rádio do blog:
http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221


quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Super Bandas

Super banda é como costumam se referir a bandas formadas por membros de bandas diferentes já consagradas, que na maioria das vezes se juntam pra se divertirem fazendo um som. Algumas dão super certo como a...

Them Crooked Vultures
A super banda formada em 2009 é um dos projetos paralelos mais legais do ex-baterista do Nirvana, o cantor e guitarrista da Foo Fighters (duas das minhas bandas favoritas), Dave Grohl mata saudade da bateria se juntando com John Paul Jones, ex-baixista/tecladista do Led Zeppelin e Josh Homme guitarrista do Queens of Stone Age / Kyuss.

Chikenfoot
É outra super banda. Essa é formada por Sammy Hagar na voz (ex-Van Halen e Montrose), Michael Anthony no baixo (ex-Van Halen), Joe Satriani guitarrista (solo e G3) e Chad Smith baterista (Red Hot Chili Peppers, outra das minhas bandas favoritas!).

Monsters of Folk
Levam um som indie, formada por Jim James (My morning Jacket) e M. Ward (She&Him) eles trocam de instrumentos em diferentes músicas.

Quem assistir ao filme “A Todo Vapor” vai poder assistir também a um super encontro de Jimmy Page (Led Zeppelin), The Edge (U2) e Jack White (White Stripes, mais uma das minhas bandas favoritas e Racounters). Infelizmente esse super encontro de guitarristas ficou só no filme mesmo.

Mas não é só atualmente que se formaram super bandas! Podemos lembrar-nos de...

Travelling Wilburys (1988-90) que reuniu ícones e foi formada por: Bob Dylan, George Harrison (Beatles), Roy Orbison, Tom Petty e Jeff Lynne

The Good, The Bad & The Queen
Super banda formada em 2007 por Damon Albarn (Blur), Paul Simonon (The Clash), Simon Tong (The Verve, Blur e Gorillaz) e Tony Allen (Fela Kuti) é outra super banda que vale a pena conferir!

...beijinhos***


Falar em componentes de bandas me faz pensar no próximo post: “O vai-e-vem das bandas!”

Você pode ouvir algumas bandas que cito nos posts na rádio do blog:
http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

segunda-feira, 13 de setembro de 2010

Canhotos do Rock

Canhotos já foram tidos como “coisa do capeta”. Bem! O Rock também né? Que tal falarmos de alguns canhotos do Rock? Vamos começar com

Paul Mc Cartney: baixista e pianista dos Beatles. A banda que sempre será considerada a maior de todas e a dupla Lennon-McCartney sempre será lembrada! Curiosidade é que eles usavam espelho para passarem músicas um pro outro, pelo fato de Paul ser canhoto.

Jimi Hendrix: o maior ícone da guitarra. Impossível falar de guitarra sem que seja lembrada sua imagem empunhando sua Fender Stratocaster para destros em posição invertida. A Fender inclusive lançou um modelo para destros com captadores com pólos invertidos e mão do instrumento invertido para destros que queiram “soar” mais parecido com o ícone, a Fender VooDoo Stratocaster (vai ter que morrer numa baba!).

(Falando em guitarrista uma curiosidade: o conceituado guitarrista brasileiro Pepeu Gomes apesar de usar a guitarra como um destro também é canhoto.)

Tony Iommi: O Black Sabbath é uma das bandas mais influentes da história do Rock e os grandes pais de tudo que leva “metal” no sobrenome. O canhoto Tony (sem as pontas dos dedos) criou alguns dos mais memoráveis riffs de guitarra

Ian Paice: o consagrado baterista da banda Deep Purple é outro exemplo de canhoto do Rock

Kurt Cobain: (leva o selo do blog de "bandas favoritas minhas") Não precisa explicar quem é né? O Nirvana é uma das minhas bandas preferidas e um grande marco na história do Rock! O estilo grunge sacudiu o mundo no início dos anos 90. Fizeram a boa ação de desbancar do topo das paradas mega-stars pops tipo Madonna, Michael Jackson e Prince. E os álbuns do Nirvana são Discografia obrigatória viu?

Já que temos aqui um baixista e pianista, um craque em riffs de guitarra, o guitarra solo mais celebrado da história, um baterista e um cantor poderíamos montar uma super banda certo? Quer dizer não já que infelizmente Cobain e Hendrix não poderiam comparecer. Mas isso nos leva ao nosso próximo post: “Super Bandas”

...beijinhos***

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

White Stripes


O Rock em Vermelho e Branco

The White Stripes é uma banda de Detroit formada em 1997. Saídos da cena underground de Detroit eles ganharam o mundo com os álbuns "White Blood Cells" e "Elephant".
A banda tem influências de punk e blues são da galera "faça-você-mesmo". São queridos pelos indie, e alternativos. Eu incluo o álbum "Elephant" como Discografia obrigatória para uma boa discoteca de rock!
Como se percebe na foto a banda tem só dois integrantes! Jack White (guitarra, vocal e teclados) e Meg White (bateria e vocais ocasionalmente). É sem contra-baixo! Eles sempre são criticados por isso! É o jargão de quem não gosta "falta o contra-baixo"! Até num filme! Já assistiu "Se eu fosse minha mãe" com a Lindsay Lohan? Eu xinguei muito quando os dois personagens falaram mal do White Stripes dizendo que faltava o baixo e que eram ruins! (pelo menos elogiaram a banda "Bowling for Soup" que são uma banda legal). Se você ler criticas de tiozinhos puristas e guardiões do rock virtuose que vivem eudeusando bandas de hard rock e escrevem em revistas na linha da Guitar Player, você vai ver algum deles dizendo que Jack White não sabe nem afinar a guitarra e um monte de besteira. Tá, tudo bem! Cada um com sua opinião. Eu acho Jack genial! Ele também tem outro trabalho que vale a pena conhecer é o "Rancounters". Jack participa de uma jam com Jimmi Page (Led Zeppelin) e The Edge (U2) no filme "A Todo Vapor"
Os White Stripes também chamaram a atenção por estarem sempre usando vermelho e branco (sem explicarem o por que! Marketing?). Quando começaram deixavam as pessoas pensarem que eram irmãos mas Meg é ex-esposa de Jack (isso nem é importante pra gente né?). Talvez tocar sem contra-baixo, vestir vermelho e branco e as pessoas curiosas com o sobrenome dos dois (Jack adotou o "White" sobrenome de Megan) tenham ajudado a banda a mostrarem seu trabalho! The White Stripes é uma das minhas bandas favoritas!

clipe de "Seven Army Nation": http://www.youtube.com/watch?v=6j7huh5Egew
Site: http://www.whitestripes.net/

...beijinhos***

Recado: Os White Stripes são uma das minhas bandas favoritas e comecei a inventar moda no meu blog! Sempre que postar uma foto de umas das minhas bandas favoritas vou colocar o "Selo do Blog" (xD rsrs) na foto sinalizando que é uma das minhas favoritas!

Você confere algumas músicas do White Stripes na rádio do meu blog: http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

terça-feira, 24 de agosto de 2010

Rock in Rio (ou a Mistureba in Rio)

Muitos anos antes do dia em que nasci, aconteceu no Rio de Janeiro a primeira e famosa edição do Rock in Rio em 1985 que teve mais duas edições posteriores na cidade. E também duas edições em Portugal, o 'Rock in Rio - Lisboa' (Não deveria ser 'Rock in Lisboa'?) e também o 'Rock in Rio - Madrid' na Espanha (por supuesto!). Bem, o 'Rock in Rio' está prestes a voltar às origens, a Barra da Tijuca, em 2011 (e pretende-se realizar mais festivais em 2013 e 2015, se o mundo não acabar em 2012, sempre em setembro pra agitar a agenda da cidade no mês).
No embalo dos "legados dos jogos 2016 =O" a área (futuro "Parque Olímpico Cidade do Rock") será destinada a ser usada nos jogos 2016 também e tals... O local é (se você conhece o Rio) próximo ao "Rio Centro" e às margens da lagoa de Jacarepaguá. Eles pretendem que a área seja usada em muitos mega eventos já que a praia de Copacabana (bem mais perto da minha casa pow!) tem muita areia, causa transtornos e 'breacos' podem se afogar no mar (quando os Rolling Stones voltarem podem tocar na nova área). O Maracanã além de mega-shows também serve para jogos de futebol (aliás, pra quem não sabe, sou tricolor de coração! Nense \o/) e nem sempre dá pra conciliar as agendas! Já a Praça da Apoteose só suporta 30 mil.
Voltando ao festival... O Rock in Rio poderia se chamar "Mistureba in Rio" por que apesar de ser lembrado pelas grandes bandas clássicas de Rock que aportaram no Brasil em 1985, coisa não muito comum até então, o festival contou sempre com artistas nada rock' n"roll tendo sempre desde a primeira edição muita coisa pop, mpb e até jazz. Essa característica mistureba é algo que o empresário Roberto Medina (pai do Rock in Rio) quer manter. =/ Alguns artistas tipo Sandra de Sá, Ivo Meirelles etc (que com todo respeito, não faríamos questão de ver no evento) gravaram um clipe de divulgação cantando a velhaca música do festival : (8) "Rock in Rio! uh oh oh!". O projeto inclui tirolesa, roda gigante, montanha russa, espaço kids, espaço para "vipongas" (prefere o povo que nem eu?), desfile de moda =S, música eletrônica e etc
Indo ao ponto que interessa! Vamos ouvir muita história sobre quem vem tocar ou deixa de vir... as primeiras são que o empresário Roberto Medina quer trazer a Shakira e Guns n'Roses (Eles teem convênio?). Querem Iron Maiden e Radiohead! Vamos esperar pra ver no que dá! O preço dos ingressos estimula-se que vai morrer em 180 reais.

Sr. Prefeito e Sr. Empresário Medina, uma sugestão: esquece a Shakira e traz AC/DC E METALLICA PORRA!

É isso!
...beijinhos***

fonte de informações jornal O Globo

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Phantom Blue

Conhece uma banda chamada Phantom Blue?
Eu também não conhecia até que um dia comprei um LP baratinho de um daqueles tiozinhos camelôs!
Quando vi uma banda toda de garotas quis logo ouvir. Coloquei pra tocar na vitrola e amei a banda!
Não pense que se trata de um som farofinha porque a foto te faz pensar em "hair metal"!
A vocalista (a gata ao centro na foto) é Gigi Hangach, é desde que ouvi a primeira faixa daquele LP uma das minhas vocalista preferidas!
O LP que comprei é "Phantom Blue" de 1989 co- produzido por Marty Friedman (Megadeth) lançado no Brasil pela Eldorado (viva a Eldorado!). Curiosamente as minhas faixas preferidas são as do lado B! Elas ainda gravariam os albúns "Built to Perform" de estúdio e "Caught live" ao vivo.
A banda foi formada em 1987 na Califórnia pelas guitarristas Michelle Meldrum (5ª na foto da esquerda p/ direita) e Nicole Cough (4ª na foto da esquerda p/ direita). Ah sim! São duas guitarras solos! E bons solos! A cozinha da banda não deixa nada a desejar! (completam a foto Linda, baterista e Kim baixistas nessa ordem as duas primeiras da esquerda p/ direita).
Pra quem ainda tem alguma dúvida que uma banda só de garotas pode ter um som pauleira do bom essa banda vai terminar com suas dúvidas!
Ao longo da carreira a banda passou por algumas mudanças de membros. A baixista original Debra deu lugar à Kim antes da gravação do primeiro albúm. Nicole deixaria a vaga para Karen Kreutzer em 1993 e no ano seguinte Kim deixaria o posto do baixo para entrada de Rana.
Infelizmente a guitarrista Michelle Meldrum faleceu em 2008 por hemorragia cerebral. Michelle também atuou com a banda que levou seu nome "Meldrum".
O grupo de desmanchou em 1996 mas ainda voltaria a se reunir em 2009 em memória à guitarrista Michelle com a baixista Kim e Sara Marsh, Courtney Cox e Tina Wood nas guitarras.
Enfim o Phantom Blue é uma banda que acredito que merece muito ser descoberta por fãs de rock! Gigi Hangach é uma cantora perfeita pra mim! Amo Gigi! S2

Quem vai gostar? fãs de hard e heavy devem curtir!

Aqui o link para youtube da música "Never too late" curta o som e depois é só viajar nos vídeos relacionados http://www.youtube.com/watch?v=nNzXlPaTcIY

Ouça: Never too late; Walking away, Fought It Out, Why Call It Love?

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

Black Sabbath


Os Caras/ Discografia obrigatória

Hoje, uma sexta-feira 13, vamos falar de Black Sabbath! Lembrando que justamente em uma sexta-feira 13 (13/02/1970) foi lançado o primeiro albúm da banda que é um marco não só na história do rock, mas um marco na histórica da música! O Black Sabbath é uma das bandas mais influentes da história! Sendo a grande influência de todas as vertentes que leval "metal" no sobre-nome! Tudo o que é metal tem influência direta ou indireta deles!
O Sabbath já chamou a atenção no albúm que se chama justamente Black Sabbath (que por ventura foi o título com o qual foi exibido na Inglaterra o filme de terror italiano do diretor Mario Bava, I Tre Volti Della Paura (As Três Faces do Medo) de 1963 que inspirou o nome Black Sabbath; nome da banda, do primeiro albúm e também de uma das faixas! A faixa Black Sabbath é uma daquelas que, se não requer grandes habilidades técnicas requer muita pegada na guitarra para ser executada (gosto de músicas assim!). Mas a ascensão da banda veio com o albúm seguinte "Paranoid" que também tem uma faixa Paranoid um dos grandes clássicos dos caras!
O Black Sabbath é uma daquelas bandas com anos de carreira e muitas mudanças de membros. O membro presente em todas as formações o guitarrista Tony Iommi é responsável por muitos dos melhores riffs de guitarra do rock.
Um cantor lendário para uma banda lendária! Ozzy Osbourne cantor original da banda foi durante muitos anos aos olhos de muitos a encarnação de Satã! Mas depois de um reality show (Família Osbourne) a galera percebeu que é mesmo um tiozinho muito style! Ozzy deixou o Sabbath e traçou uma carreira solo de sucesso tendo destaque para o guitarrista Randy Rhodes e os albúns com ele Blizzard of Ozz, Diary of a Madman e A Tribute to Randy Rhodes (confira post sobre albúns ao vivo- 22 julho).
Ozzy foi substituído por outro vocalista que também se tornou uma lenda e infelizmente desfalcou o rock esse ano que foi Ronnie J. Dio (confira meu post de 17 maio).
Ian Gillan (Deep Purple) foi outro vocalista de destaque no rock teve uma passagem breve pelo Black Sabbath e gravou o albúm "Born Again".

Discografia obrigatória: Se você quer uma boa discoteca de rock em sua casa trate de correr atrás do albúm "Paranoid" da fase mais clássica da banda! Com Dio no vocal eu destacaria o albúm "Heaven and Hell" como antologico!
Clássico Pessoal: Eu pessoalmente adoro o albúm "Never say Die" que normalmente está longe de ser apontado pelos fãs da banda como um dos preferidos. Mas pessoalmente me agrada muito a sonoridade da banda neste trabalho e adoro a faixa que dá nome ao albúm: Never say Die!

Fãs de Heavy Metal adoram! Não deixe de ter no seu ipod as músicas: Iron man, Paranoid, Children of the grave, Sabbath bloody Sabbath, Sabra Cadabra e Never say Die!

Você confere algumas músicas do Sabbath na rádio do meu blog: http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

...beijinhos***

domingo, 1 de agosto de 2010

Van Halen

Discografia obrigatória / O Cara

Muita gente mais nova não conhece a banda!

Van Halen estreiou com um albúm inovador! Van Halen I (discografia obrigatória) de 1978 mudou o conceito de guitarra, Eddie Van Halen revolucionou o instrumento com tappings, harmonicos, efeito de flanger com a palheta, two hands glissando, slide+tap são algumas das técnicas dele! Ele é O Cara do post de hoje!
O primeiro albúm trazia uma faixa solo "Eruption" onde ele aplica seus tappings históricos, o albúm ainda tinha um cover de "You really got me now" do Kinks e "Ain't talkin' bout love" clássico que requer muito pegada na excecução pra sair bom!

O Van Halen tem albúns ótimos! Meu clássico pessoal é o albúm "Fair Warning" amo a sonoridade desse albúm!

Em 1983 Eddie Van Halen deu uma aula de como tocar guitarra ao mundinho da FM quando participou do albúm "Thriller" de Michael Jackson tocando na faixa "Beat it". O produtor Quincy Jones deixou gravando sem que Eddie soubesse, enquanto ele "brincava" com a guitarra ouvindo a trilha da música na primeira vez e quando Eddie terminou seu "rascunho" de solo Quincy disse: "o solo tá pronto Eddie!". É um dos solos próprios que Eddie mais gosta!

Em 1984 Van Halen volta a inovador incluindo o teclado sintetizador no Hard Rock. E alcança seu maior exito comercial a música "Jump". O albúm, "1984"(discografia obrigatória) tem uma capa muito legal com o anjinho. Além de "Jump" destacam-se as faixas "Panamá" e "Hot for the Teacher" sempre com solos incríveis!

Só que depois desse albúm o vocalista David Lee Roth deixa o grupo e é substituído por Sammy Haggar (aí começa um dos eternos debates do rock: "qual melhor vocalista do VH?")
Com Sammy o Van Halen lança "5150" (que eu também considero obrigatório). Um albúm em que os teclados (também tocados por Eddie) estão com tudo! Eu amo esse albúm que agrada com certeza quem curte Hard Rock e boas baladas de rock.

Depois o Van Halen passa por muitos "jejuns" entre seus albúns, lança albúns ao vivo, coletâneas... O baixista original deixa a banda, entre o filho de Eddie no baixo, David Lee Roth volta....
Falando em coletâneas se você quiser ter uma boa deles a "Best of Both Worlds" de 2004 é ótima e tem 3 faixas inéditas excelentes

O Van Halen tem clipes engraçados (como pretty woman ou hot for the teacher), Eddie é considerado além de um dos melhores guitarristas do rock, o mais bem-humorado!
Meu clip preferido é "Right now" que inclusive ganhou prêmios de melhor clipe e tals
É bem legal quando se traduz ou entende as frases em inglês que aparecem no decorrer do vídeo


Para a galera do ipod aqui uma lista com músicas do Van Halen que creio merecem estar no ipod de quem curte Hard Rock e bons guitarristas : Eruption; Ain't talkin' bout love; You really got me now; Dance the night away; Unchained; Hang'em high; Jump; Panama; Hot for the teacher (com David no vocal) e Why can't this be love; Dreams; Summer Nights; Love walks in; Can't stop lovin' you; Finish what ya started; Runaround; When it's love e Right now (com Sammy no vocal)

site oficial deles: www.van-halen.com/

...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

quinta-feira, 22 de julho de 2010

Ao Vivo!

Um dos grandes tesões do Rock são os albúns ao vivo! Na época em que o vinil reinava soberano eles costumavam ser duplos (às vezes tripos!) as capas eram duplas e traziam várias fotos dos shows e etc.
As gravadoras faziam a sacanagem de relançar em capa simples e por isso você pode acabar encontrando um desses nos sebos da vida!

Mas vamos ao que interessa!
O som ao vivo tem algo a mais! E algumas bandas funcionam extremamente bem ao vivo! Como o Rush por exemplo! Que tem aí já 7 albúns ao vivo na discografia. Eu pessoalmente destacaria "Exit… Stage Left (1981)" que tem os corinhos de "Close to the heart" e ainda "Tom Sawyer" e "YYZ"!

O Deep Purple chegou pela primeira vez ao Japão em 1972 onde foi gravado seu mais famoso disco ao vivo "Made in Japan" com Ian Gillan nos vocais. "Made in Japan" é essencial na discoteca de qualquer fã de rock! Eu pessoalmente também amo "Made in Europe" esse já é com David Coverdale (o sr. Whitesnake) nos vocais.

O Kiss tem bons albúns ao vivo, mas meu preferido é sem dúvida o "Alive I"! Um albúm fantástico com uma energia incrível! "Ace Frehley on guitars!"- você também adora ouvir essa frase saindo da boca de Paul Stanley? Com grandes clássicos dos primeiros anos do Kiss esse albúm é fantástico e super obrigatório para fãs!

Ainda em 1975 Peter Frampton lançou o ao vivo mais vendido da história "Frampton Comes Alive"que comentei detalhadamente em um post de 8 de junho ( http://rockaaline.blogspot.com/2010/06/peter-frampton.html )

Em 1976 Paul McCartney e os Wings lançam o ao vivo Triplo "Wings over America" que é considerado um dos melhores discos ao vivo da história da música- fãs de McCartney não podem deixar de ter um!

As turnê do albúm "Powerslave" do Iron Maiden deve ser a mais cultuada pelos fãs! Tanto que refizeram o cenário da turnê recentemente e inclusive em shows no Brasil! Em 1985 saiu o primeiro registro ao vivo da banda gravado nessa turnê "Live After Death" é um dos melhores discos ao vivo que já ouvi, discografia obrigatória e um prato cheio para fãs do gênero heavy metal. A versão CD tem bônus além das 13 faixas do vinil (com gravações realizadas em 1995 e 98). Eu sou louca pela faixa "Aces High"! Aliás adoro ouvir os estalos do baixo de Steve Harris!

Em 1987 Ozzy Osbourne lança "A Tribute to Randy Roads" gravações ao vivo de 1981 com músicas dos seus albúns Blizzard of Ozz e Diary of a Madman (os únicos com Randy) e mais algumas do Black Sabbath! Eu adoro a faixa "Crazy train".
Randy Roads teve uma passagem rápida por aqui. Morreu quando o motorista da turnê que também pilotava aeromodelos o chamou para dar voltas em um aeromodelo. Mas o piloto teve a ideia de dar um razante sobre o trailer onde Ozzy dormia para assustá-lo. O resultado foi que o aviãozinho se chocou com o trailer matando o motorista e Randy Roads (foi encontrado cocaína no exame do motorista, no de Randy não). Uma grande tragédia para quem gosta de bons guitarristas. Mas podemos ouvi-lo nesse albúm discografia obrigatória que também agrada fãs de heavy metal.

Falando em algo mais brasileiro e mais moderno eu pessoalmente gosto muito da energia do albúm da Pitty "(Des) Concerto". O albúm é um registro ao vivo isento de recursos de estúdio. Sim! Porque tem muito albúm ao vivo aí retocado em estúdio! O albúm da Pitty traz o show puro pro seu cd player e coros de plateia bem legais do tipo oh oh oh oh!

Bem, esses são alguns bons albúns ao vivo. Como sempre nada de listas de "melhores" apenas alguns que eu indico pra quem queira ouvir boa música.
E você? Quais seus "ao vivo" preferidos?

Por hoje é isso!
...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

sexta-feira, 9 de julho de 2010

Led Zeppelin


Os Caras/Discografia obrigatória

Robert Plant, Jimmy Page, John Paul Jones e John Bonham.
Só de ouvir ou ler essa "escalação" já dá pra se emocionar!
Led Zeppelin são considerados por muitos (muitos mesmo!) a maior banda de Rock de todos os tempos.
O grupo britânico formado em setembro de 1968 é um dos pais do rock pesado e principal influência do Hard Rock.
O Rock dos caras misturou com muita sofisticação peso, balanço, bases cheias e contratempos. Algo como um encontro perfeito entre o blues americano e a música folk inglesa! O nome Led Zeppelin surgiu depois que Keith Moon e John Entwistle (The Who) comentaram que um "supergrupo" contendo eles dois, Jimmy Page e Jeff Beck (a ideia original de Page era contar com Jeff Beck no grupo) cairia como um "balão de chumbo" (em inglês "lead zeppelin").

Toda a discografia do Led Zeppelin é obrigatória! Mas "Led Zeppelin IV" talvez seja o mais obrigatório de todos, no albúm contém "Black Dog", "Rock'n"Roll" e o clássico dos clássicos "Stairway to Heaven", que aliás tem um dos solos de guitarra mais lindos da história do Rock!

O guitarrista Jimi Page (o aficionado em ocultismo) inovou timbre e afinações, abusava e adorava escalas pentatônicas. Suas frases de guitarra são tocadas por muitos até hoje (mesmo alguns que nem sabem que a frase é dele). Steve Vai, Joe Perry (Aerosmith), Scott Henderson e 99,9% dos guitarristas de Hard Rock tem Page em suas influências.
Aliás se você costuma desprezar tudo é que é made in brazil, saiba que Page usou uma craviola, instrumento criado pelo músico brasileiro Paulinho Nogueira, em algumas gravações do grupo. Claro a imagem mais clássico de Page é a dele empulhando uma gibson double neck! ou com uma les paul ao lado de Plant. Curiosidade: na gravação de estúdio de Stairway to heaven no entanto ele usou uma telecaster.

Plant, claro influenciou gerações e gerações de vocalistas, Bonham e seu solo de bateria em Moby Dick tem sido a gravação preferida de muito batera!
e por aí vai!
Led Zeppelin é mais que um grupo de sucesso. É um grupo que alcançou o status de deuses do Rock!
Uma das grandes perdas do Rock: Em setembro de 1980 John Bonham morreu asfixiado pelo próprio vômito em um quarto da mansão de Jimmy Page, dando fim à carreira do Led Zeppelin.

Clássico pessoal: Eu pessoalmente adoro o albúm Physical Graffiti!
e aqui vai minha tradicional lista de músicas preferidas para você, se não conhece, começar a correr atrás!
Stairway to Heaven; Black Dog; The Song Remains the Same; The Ocean; The Rover; In my Time of Dying; Kashimir; Moby Dick; The Immigrant Song; Heart Breaker; Babe I'm Gonna Leave You; Whole Lotta Love e Thank You.

site: www.ledzeppelin.com/

...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

John Lennon


Os Beatles são eternos- fato! E parecem estar em nosso cotidiano atual! São muitas produções tendo os 4 rapazes de Liverpool como tema!

Depois de 3 posts sobre Sir Paul McCartney fãs de Lennon podem ficar enciumados! Aqui está um post sobre John!

Alguns dias atrás saiu a notícia que Yoko Ono, viúva de Lennon liberou material para uma caixa que será lançada em outubro com CDs de toda a carreira solo do beatle. Incluindo alguma coisa inédita e uma versão menos orquestrada do albúm "Double Fantasy".

Vou aproveitar e explicar sobre a tal história do "maiores que Jesus". Como eu mesmo li numa entrevista antiga de Paul McCartney.
John conversava com reporteres e dizia que ele achava que as pessoas eram materialistas demais e que as pessoas não buscavam espiritualidade e etc... daí Lennon manisfestou que achava um absurdo o fato que descobrira, que existissem lugares onde os Beatles fossem um sucesso mas Jesus não fosse conhecido ou pouco se soubesse sobre ele. Daí o reporter atrás de um grande furo isolou frases e jogou a famosa bomba: "Lennon diz que os Beatles são mais famosos que Jesus" ou coisa assim! Muita gente mais velha criou raiva de John por culpa desse reporter. Mas também essa história já foi muito explicada por aí. Mas aqui estou explicando novamente.

Eu que não tenho nada a ver com isso e nem sou cristã e nem quero falar de religião trago uma lista das minhas favoritas de John para indicar para você que adora caçar mp3:
Cold Turkey; Give Peace a Chance; Instant Karma; Mother (se você já assistiu o filme sobre a vida de Lennon vai compreender a letra e se emocionar); Power to the People; Imagine (provavelmente sua professora de inglês já quis dar aula com essa letra pra fazer a aula ficar legal); Happy X-mas (a versão em português da Simone é um lixo pra mim); Mind Games (uma das músicas mais lindas que existem); Whatever Gets you thru the Night; (Just Like) Starting over; Watching the Wheels; Woman (sucesso das madrugas das rádios); beautiful boy (para o filho, procure a tradução); Cleanup time e Jealous guy.

Vídeo de Mind Games (Central park-NY) http://www.youtube.com/watch?v=JVG2wrKQKtY
Se você ainda não conhece Jullian Lennon aqui você confere a semelhança dele com o pai em uma canção muito linda da trilha do filme "Time" http://www.youtube.com/watch?v=51gaEs1SJ_8

...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

Paul Mc Cartney


Paul é fofo!

Quem teve o privilégio de encontrá-lo pessoalmente garante que Paul é super gente boa!
Meu primo me contou que uma vez houve uma promoção no Brasil. Um sorteio de cartas, escolheu um ganhador para viajar para ver um show de Paul na Inglaterra e ter passaporte para o camarim. Um beatlemaníaco na época mandou uma quantidade absurda de cartas... Paul ficou sabendo e bancou para esse fã ir junto.
George Israel do Kid Abelha (que participa de uma banda cover dos Beatles, Os Britos) contou que conversou viu Paul em um hotel no Japão foi lá tietar o cara que foi super simpático.
Eu vi na TV um fã que em uma das visitas de Paul ao Brasil o conheceu e na época apresentou a filhinha pequena dele ao beatle. Cinco anos depois ele novamente com Paul nos bastidores de um show e Paul ao vê-lo disse "Oi 'fulano'! Tudo com você? E sua filha a 'ciclana'? Como ela está?" - Tenho certeza que existem várias histórias de fãs sobre o Paul!

Paul- ativista!

"Paul e Linda McCartney (Linda foi esposa de Paul, e integrante da banda Wings liderada por Paul nos anos 70, já falecida) se tornaram defensores da comida vegetariana e dos direitos dos animais. ( Participaram de um episódio da série "Os Simpsons" relacionado ao tema) . Em 1999, McCartney gastou 3 milhões de libras para garantir que a comida de Linda fosse isenta de modificações feitas pela engenharia genética. Após o casamento de McCartney com Heather Mills, ele passou a apoiar a campanha contra minas terrestres. Eles foram patronos da Adopt-A-Minefield." - Wikipédia

Enfim está aí o post! o site oficial de Paul McCartney : www.paulmccartney.com/
...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

terça-feira, 6 de julho de 2010

Paul Mc Cartney


A Lenda sobre sua suposta morte!

Segundo a lenda Paul McCartney teria morrido em um acidente de carro (evidência estaria na letra de "A Day In The Life"- confira a letra nesta post) Sabe aquela história de girar LPs ao contrário? Pois outra evidência seria que se a canção "Revolution 9" fosse ouvida ao contrário seria possível ouvir "turn me on, dead man" (reviva-me, homem morto).
A Capa do albúm Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band teria muitas referências à sua suposta morte em 1966. Na capa do albúm de 1967 atrás da banda tem fotos de muitas personalidades . Para alguns seriam convidados para o funeral de Paul. Existe dois Beatles na capa, além dos coloridos "soldadinhos" tem à esquerda de quem olha a capa os beatles de terno preto (seria luto) Nesse Beatles pretos e branco observe que Paul está um pouco atrás com a mão no ombro de Ringo que está parecendo bem triste. Estaria consolando o amigo. Na contra-capa Paul está de costas como quem está partindo. Na letra da canção título Sgt. Peppers Lonely Hearts Club Band há a frase "Eu deveria apresentar à vocês o primeiro e único Billy Shears" Deveria mas não apresenta! Daí os adeptos da lenda julgam que Paul teria sido substituído por um tal Wlliam Shears (Billy é apelido de William). Ainda nessa capa tem uma boneca no canto inferior direito com a frase "Welcome The Rolling Stones" na camisa- para alguns isso queria dizer que a morte de Paul implicaria no fim dos Beatles tornando os Rolling Stones os maiores do Mundo.
Já na capa do albúm Abbey Road tem um fusca cuja placa "LMW 281F", o 28 IF significaria 28 anos se McCartney estivesse vivo (If siginifica "se" em português). Além disto McCartney aparece descalço (como os mortos eram enterrados na Inglaterra), estava segurando o cigarro na mão direita (Paul é canhoto), e na placa do fusca branco ainda as iniciais LMW poderiam significar Linda McCartney Weeps (Em português Linda McCartney Chora) ou Linda McCartney Widow (Linda McCartney Viúva).

A tradução de "A Day in the Life" está aqui:

Eu li as notícias hoje, oh, garoto,
Sobre um homem de sorte que ganhou na Loteria
E apesar das notícias serem bem tristes
Bem, eu tive apenas que rir...
Eu vi a fotografia...
Ele estourou sua cabeça em um carro
Ele não percebeu que o sinal tinha fechado
Uma multidão de pessoas ficaram e olharam
Eles tinham visto seu rosto antes
Ninguém estava realmente certo se ele era do Senado.
Eu vi um filme hoje, oh, garoto
O exército inglês acabara de vencer a guerra
Uma multidão de pessoas foram embora
Mas apenas tive que olhar
Tendo lido o livro,
Eu adoraria te excitar...
Acordei, saí da cama
Penteei o meu cabelo
Desci as escadas e tomei um café
e observando, eu notei que estava atrasado
Peguei meu casaco e coloquei meu chapéu
Peguei o ônibus rapidamente
Subi as escadas e fumei um cigarro?
Alguém falou e eu entrei em um sonho
Eu ouvi as notícias hoje, oh, garoto,
Quatro mil buracos em Blackburn, Lancashire
E apesar dos buracos serem bem pequenos
Eles tiveram que contá-los um a um
Agora eles sabem quantos buracos são necessários para
Encher o Albert Hall. Eu adoraria te excitar...

Toda essa história começou no final dos anos 60. No dia 12 de outubro de 1969, um telefonema anônimo ao DJ Russ Gibb da radio WKNR-FM de Dearborn, Michigan
A lenda tomou força quando um DJ de Nova York, Ruby Yonge, falou em seu programa da WABC sobre a morte de McCartney. Ruby foi demitido imediatamente.

Provavelmente a lenda teve campo por que Paul após anunciar que deixaria o grupo passou coisa de um ano isolado em sua fazenda. E na "segunda fase" dos Beatles (a fase mais psicodélica e pós- Sgt. Peppers) o grupo raramente se apresentava.

É um tanto louco achar que eles encontraram um sujeito tão parecido com o Paul McCartney original! Que além de ser identico é canhoto, multi-instrumentista e tão genial quanto o original.
E afinal qual fumante só segura o cigarro com a mão dominante? Ainda sobre a capa de Abbey Road você também pode notar que enquanto os outros 3 beatles estão com o pé direito à frente, Paul está com o esquerdo. Para alguns estar descalço e com pé esquerdo à frente é mais um símbolo de sua suposta morte. Mas para outros o pé esquerdo à frente se explica justamente por ele ser canhoto! Já que o comum é que canhotos comecem a caminhar com a perna esquerda e destros com a direita! Quando começaram a andar para a foto Paul naturalmente andou como canhoto e os demais como destros.
Bem, queira você crer que temos um tal Billy Shears ou o Paul McCartney original todos amamos os Beatles e Paul McCartney é o cara!

Sgt Peppers... também gerou teorias que diziam que os Beatles teriam parte com o Diabo!
Para os lunáticos que dizem essas bobagens Sgt. Peppers (Sargento Pimenta) seria o Diabo e os Beatles teriam um pacto representado pela meia maça nos selos dos LPs. Outra coisa que é usada como argumento para uma suposta ligação do grupo com algo oculto é que entre as personalidades da capa do albúm está Aleister Crowley um polêmico mago britânico - o cara da sociedade alternativa...

Enfim... espero que tenha gostado do post de hoje!
...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221


sexta-feira, 18 de junho de 2010

Paul McCartney

O Cara/Discografia obrigatória

Tudo o que os Beatles fizeram é maravilhoso! Inclusive separados! Hoje é aniversário de no mínimo, no mínimo o maior compositor vivo do Mundo!
Sir Paul McCartney - era baixista, pianista e galã do quarteto que sempre será a maior banda de todas! Há muito o que escrever sobre James Paul McCartney 18/jun/1942! Se eu for escrever sobre Paul vou transformar esse blog em um blog do Paul! E porque não? Nos próximos posts falaremos sobre ele! Meu beatle favorito (tudo bem se o seu beatle favorito for outro, mas todos somos fãs dos 4 rapazes de Liverpool certo?)
Existe uma lenda divertida de que o Paul McCartney original teria sido substituído por um tal Billy Shears! teremos um post sobre isso! Paul é, além de beatle, um músico multi-instrumentista perfeccionista e compositor imcomparável, uma pessoa fofa e falaremos sobre isso!
Mas vamos começar falando um pouco sobre o Paul após os Beatles!
Paul compôs algumas das canções mais lindas da história enquanto o quarteto de Liverpool esteve em atuação, músicas que já comentei aqui no post sobre os Beatles! (veja o segundo post de abril)
Quando Paul deixou os Beatles por divergências musicais, pessoais e empresariais (foi com sua saída que os Beatles encerraram as atividades juntos - não fique brava(o) com ele por isso!) ele se isolou do mundo (eu também teria me escondido se fosse um beatle e a banda anunciasse o fim das atividades) em sua fazenda. Passou um ano lá (o que provavelmente contribuiu bastante para alimentar os mitos sobre sua suposta morte) e quando voltou de lá voltou com um albúm genial (críticos bobos consideraram-no caseiro demais) onde se destacam
"Maybe I'm Amazed" e "Every Night".
De lá pra cá produziu canções maravilhosas em sua jornada solo, muitas vezes carregando um nome de banda "Paul McCartney and The Wings" . Eu amo todos os albúns desse senhor!
Mas se você quer um albúm maravilhoso indico "Wings Over America"(1977), o albúm (se você descolar o vinil terá um material incrível nas mãos) Trata-se de um albúm Triplo ao vivo, registro da turnê deles pelos EUA! Muitas das melhores canções dos Wings estão nesse albúm com aquela energia especial que os ao vivos teem!
Mais fácil de encontrar no entanto é a coletânea Wingspan - Hits and History (2001) que traz os grandes sucessos no Cd 1 e gravações históricas no Cd 2. Se você não teve ainda muito contato com o trabalho solo dele e gosta de boa música vai se encantar ou se é um beatlemaníaco de carteirinha vai adorar a coletânea!
Enfim... voltarei com mais posts comemorativos de níver de Sir Paul McCartney! Termino o primeiro deixando uma lista para você que adora caçar mp3!

Band on the run; Another day; Live and let die; Jet; My love; Silly love songs; Let'em in; Coming up; No more lonely nights; Let me roll it; Figure eight; C' moon; Hi hi hi; Somebody who cares

são minhas dicas pra você correr atrás

...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

terça-feira, 8 de junho de 2010

Peter Frampton

Discografia obrigatória/ o cara/clássico pessoal/aumenta aí!

Discos ao vivo possuem uma energia especial que não se tem no trabalho de estúdio! E se você quer ter uma discoteca de rock decente em casa precisa de um exemplar de "Frampton Comes Alive" lançado em meados da década de 70 o desprentencioso trabalho de Frampton se tornou o disco ao vivo mais vendido da história (16 milhões de cópias) e obrigatórios para fãs do rock de qualidade!
Peter Frampton é influência de muitos bons guitarristas que se seguiram na história como Steve Vai, Steve Morse e Richie Sambora!
Em "Frampton Comes Alive" que já tem na capa algo a se destacar! A Gibson Les Paul dotada de 3 captadores Humbuckers (a foto do post é a foto da capa do albúm que tinha capa dupla)! O albúm tem faixas mais pegadas com rockão de guitarra como: "Something's Happening"; "It's a Plain Shame"; "(I'll give you) Money"; "Shine On" (eu gosto muito dessa!) e um cover dos Stones "Jumping Jack Flash". A funkiada "Dobbie Wah". Música de violãozinho: Penny for Your Thoughts" é praticamente uma vinheta, mas é um dedilhado bem bonito. "All I Want To Be (Is By Your side)" seguida de "Wind of Change" e "Baby, I love Your Way" São uma sequência maravilhosa de "baladas" abrindo o que é o lado B do primeiro disco do albúm duplo em vinil! "Baby, I Love Your Way" e "Show Me The Way" são os grandes sucessos do albúm! Nesta segunda o efeito do "talk box" é usado por Frampton (outro cara que adora usar o talk box é Richie Sambora do Bon Jovi, como você confere por exemplo em "Living on a Player" deles que está no jogo guitar hero). Falando em talk box se você pirar com a guitarra "falante" de "Show Me The Way" vai ter um colapso ao escutar "Do You Feel Like We Do?" 14 minutos de som, onde Frampton explora o efeito dando uma aulinha de guitarra na última faixa e talvez a melhor! Eu pessoalmente adoro a faixa "Lines On My Face" uma música linda, com muitos detalhes hipnotizantes e um solo muito gostoso de ouvir! Outra faixa especialmente gostosa de ouvir é "I Wanna Go To The Sun"!

Clássico pessoal: Esse é o disco de Frampton obrigatório! O que não quer dizer que outros trabalhos não sejam também muito legais! Eu gosto muito do trabalho seguinte que foi o albúm "I'm In You" - a faixa que dá título ao albúm foi um sucesso, eu adoro a música "(Putting My) Heart On The Line"- muito fofa! É um disco onde sem deixar a guitarra Frampton usou bastante violão! É muito bom de escutar! Particularmente também gosto muito do "Art Of Control" que ele lançou em 1982!

Aumenta aí! Mas Frampton ainda teria outro trunfo para colocar definitavamente seu nome na história da guitarra! Ele quebrou todas as regras com "Breaking All The Rules" a faixa que deu nome ao albúm de 1981 tem um riff antologico de guitarra! Sabe quando o riff da guitarra é tão bom que o cara nem precisaria fazer um solo na música pra ela ser um clássico? "Breaking All The Rules" é uma das músicas mais geradoras de adrenalina do bom rock! Confira essa faixa, facilmente encontrada em qualquer coletânea dele ou facilmente disposta para baixar na net!

...beijinhos***

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

sexta-feira, 4 de junho de 2010

Jimi Hendrix

O Cara/ Discografia obrigatória

Um jogo pra começar: Você tem que falar sobre guitarra mas só pode citar o nome de um guitarrista; que nome você cita? A resposta correta é: Jimi Hendrix!
O maior ícone do instrumento e influência direta ou indireta de qualquer guitarrista de rock!
O legado de Jimi Hendrix é monumental e muitos se esforçam em descrevê-lo! É impossível sequer imaginar como se tocaria guitarra hoje se não tivesse havido Jimi Hendrix.
Steve Vai, Joe Satriani, Stevie Ray Vaughn, Gary Moore, Malmsteen... são apenas alguns nomes de fãs. Todos bom guitarrista é muito fã de Hendrix!
Jimi foi o rei dos truques! Claro, hoje em dia são truques muito explorados mas Hendrix os criou quando ainda havia muito por ser criado!
Qualquer albúm de Jimi Hendrix que você vir dando bobeira numa prateleira de loja trate de comprar! São todos obrigatórios! Gary Moore citou em entrevista Are You Experienced? (1967) como melhor albúm de todos. Aliás Gary escutou o albúm pela primeira vez na casa de um vizinho e saiu atordoado com a experiência!
Yngie J. Malmsteen contou no programa de TV "That Metal Show" que quando criança viu Hendrix na TV e soube o que queria ser na vida!
Robert Smith do The Cure declarou à Guitar Player "(...) eu me interessava mais na maneira como ele unia os acordes" Robert diz também que escutou Hendrix com cerca de 8 anos e este é sua maior influência de guitarra.
O brasileiro Pepeu Gomes decidiu que queria ser guitarrista após ganhar um LP de Hendrix (o LP foi The Smashing Hits- dado por Gilberto Gil)
Enfim, se formos citar declarações sobre Hendrix esse post vai virar um livro!
Sua discografia em vida foi curtinha, apenas 4 albúns : Are You Experienced?; Axis: Bold as Love; Electric Ladyland e Band of Gypsys. Mas seguiu-se uma série de lançamentos póstumos, coisas maravilhosas como o EP "Jimi Plays Monterey"

Minha experiência pessoal: Quando era menor meu tio Beto tratava de me emprestar bons LPs para eu escutar em casa um dia ele disse "hoje vou te emprestar um disco do melhor guitarrista de todos!" A frase me deixou um pouco desconfiada! Seria realmente aquele canhoto com uma fita no cabelo o melhor de todos? Cheguei em casa e toquei o LP, uma coletânea. Quando escutei aquele wah wah de "voodoo child" eu enlouqueci! E o riff de "Purple Haze" então?! Sem contar o solo de introdução de "All along the watchtower"! Amei "Foxy lady" e constatei que realmente se tratava do melhor guitarrista de todos os tempos! Jamais alguém será como ele, jamais haverá outra resposta correta para aquela pergunta com que comecei o post hoje! Jimi Hendrix é o cara!

Sem mais delongas! Uma lista de músicas de Hendrix para você procurar na net e curtir!
Purple Haze; Voodoo Child; Little Wing; Hey Joe; Foxy Lady; All Along The Watchtower; Fire; Crosstown Traffic (que tem um balanço incrível!); Red Horse; Angel (tem alguns acordes inusitados para um guitarrista de rock/blues, talvez seja uma das músicas que chamou a atenção de Robert Smith!); Changes e procure também por Hendrix tocando o hino dos EUA - Star Spangled Banner.

Eu criei uma rádio on line apenas com músicas que eu cito nesse blog em minhas postagens:
http://www.lognplay.com/index.asp?pg=r&c=1221

...beijinhos***

segunda-feira, 31 de maio de 2010

Covers

Covers são muito presentes na música! Apesar de haverem alguns exemplos de bandas que nunca gravaram um cover em seus albúns as covers são muito frequentes! Algumas vezes a cover sai tão boa quanto a original mas num clima diferente, há vezes que a cover sai melhor que a original, às vezes também a cover se torna em o maior sucesso de alguma banda e ainda as vezes acontecem covers estranhas como o Judas Priest cantando Johnny B. Good de Chuck Berry! =S
Claro! Tem uns por aí que acabam com uma boa música fazendo uma cover horrível! Mas deixa pra lá! Eu pessoalmente acredito que vale a pena uma banda gravar um cover se ela tem uma boa proposta de arranjo diferente da original, não querendo ser melhor que a original, apenas fazendo uma releitura que valha a pena ser ouvida e não apenas reproduzindo algo que já estava pronto!
O importante é que eu selecionei aqui lembrando alguns covers! Não é uma lista com "os melhores covers da história" ou qualquer coisa absolutista assim! xD Então sem mais vamos para as " Algumas covers legais" que listei para o post de hoje!

Dear Prudence
- Siouxie and The Banshees, cover de Beatles
Robert Smith (foto em cena do clipe desta música) do The Cure já tocou com eles! E no único disco que Robert participou o Hyæna eles gravaram esse cover que se tornou um grande êxito da carreira do grupo.

All Along the Watchtower - Jimi Hendrix,
cover de Bob Dylan
Jimi Hendrix é Jimi Hendrix! Falaremos melhor dele ainda! O maior ícone da guitarra que também fez outro cover que amo...

Johnny b. Good - Jimi Hendrix,
cover de Chuck berry
Jimi Hendrix em um EP ao vivo tocou o clássico de C. Berry executando um longo solo

Little Wing - Steve Ray Vaughan,
cover de Jimi Hendrix
O lendário guitarrista do blues texano simplesmente botou tudo abaixo com solos incríveis num cover de Hendrix! O The Corrs também regravou uma bonita versão desse clássico de Hendrix

Day Tripper- Whitesnake,
cover de Beatles
Eu adoro ambas as versões! Acho que vale conferir com a voz de David Coverdale

You Really got me Now- Van Halen,
cover de Kinks
O cara dos Kinks disse que prefere a versão do Van Halen! Quer mais o que pra conferir? Um som com muita pegada que está no primeiro albúm da banda que também emplacou um cover de...

Pretty Woman - Van Halen,
cover de Roy Orbison
...no albúm Diver Down e um clipe bem engraçado com Eddie, David, Mike e Alex fantasiados respectivamente de cowboy, napoleão, samurai e índio

The Passager - Siouxie and the Banshees,
cover de Stooges
Eu adoro a sonoridade que a música ganhou com eles (é a mesma música que o Capital Inicial fez uma versão com título de Passageiro)

Like a Rolling Stone - Rolling Stones,
cover de Bob Dylan

Superstition - Jeff Beck,
cover de Stevie Wonder
Aqui uma das melhores covers da história e interessante! Wonder fez a letra da música justamente sobre J. Beck que regravou reproduzindo o balanço original na guitarra de modo incrível, usando inclusive o polegar da mão esquerda pra isso! preste a atenção no início se for ouvir Beck

Have You Ever Seen The Rain - Ramones
, cover de Creedance

2,000 man - Kiss
, cover de Rolling Stones
A voz na versão do Kiss ficou a encargo de Ace Frehley! Um som e tanto!

Orgasmatron - Sepultura
, cover de Motörhead
O cover se tornou um sucesso com a banda brasileira! eu adoro aquele "orh" do ínicio =D

Born to Be Wild- The Cult,
cover de Steppenwolf
O clássico de 68 ficou muito bom na cover do The Cult! Também gosto da versão da banda Lizzy Borden!

Roll over Beethoven - Beatles
, cover de Chuck Berry
George Harrison na voz

With a Little Help from My Friends
- Joe Cocker, cover de Beatles
A música do albúm Sgt Peppers dos Beatles tornou-se um sucesso tremendo com Joe Cocker e também é uma que não dá pra deixar de ouvir!

Bem, essas são as covers que separei, se você também tem alguma cover que acha que mereça destaque comente e a lista vai ser maior!
...beijinhos***