terça-feira, 15 de março de 2011

100 Álbuns de Rock (10) Guns n' Roses e Red Hot

Hoje no décimo capítulo da lista de “100 Dicas de Álbuns de Rock” trago duas bandas que dispensam apresentações e estão entre as minhas bandas favoritas! Começamos com

Guns n’ Roses

Quem nos anos 90 estava vivo e tinha, digamos, menos de 30 que nenhuma vez, nenhuma vezinha sequer imitou Axl Rose? Imitando seu modo de cantar ou amarrando uma bandana na cabeça e dando um tremendo show dentro do quarto berrando alguma música do Guns n’ Roses? Ou no mínimo assobiou “Patience”?

"Appetite for Destruction" (1987) É um dos melhores álbuns de estreia de uma banda de Rock! (quem gosta de números: vendeu cerca de 40 milhões de cópias). Que o primeiro álbum do Guns n’ Roses é um ótimo álbum de Hard Rock basta ouvir pra saber! Mas isso fica mais interessante se pensarmos sobre a época em que foi lançado! Numa época em que toda banda de Hard Rock era “farofa” demais e todo álbum de Hard Rock tinha obrigatoriamente uma balada bem melosa o Guns lança Appetite for Destruction, um álbum sem nenhuma balada e muito mais “barulhento e esculachado”, no bom sentido, do que normalmente eram os álbuns de Hard Rock do fim dos anos 80! Guns n’ Roses tem a meu ver um grande mérito de ter resgatado valores que andavam esquecidos no Hard Rock. E já haviam avisado em seu EP “Live ?!*@ Like a Suicide?” (1986) que antecedeu o primeiro álbum cantando: “Nice Boys don’t play Rock n’Roll! I’m not a nice boy – Bons garotos não tocam Rock n’Roll! Eu não sou um bom garoto!” Os “garotos maus” estavam de volta e tocando Rock n’Roll! Outra característica da época no Hard Rock era que os guitarristas adoravam multi-efeitos, trêmulo Floyd Rose... e Slash, se não era tão virtuoso ou técnico quanto alguns de seus contemporâneos, tem o mérito de ter resgatado um timbre totalmente “anos 70”. Falando nisso a faixa “Mr. Brownstone” me lembra o bom Hard Rock que o Aerosmith apresentava nos anos 70.
O álbum alcançou sucesso nos EUA com “Welcome to the Jungle”, que num programa do canal de música VH1 sobre “As 100 melhores músicas do Hard e Heavy” foi considerada a melhor de todos os tempos! A projeção internacional, contudo veio com “Sweet Child O’Mine” que mesmo que tenha sido uma música com vocação para o sucesso em FM, não chegava a ser uma balada e tem uma guitarra bem legal com ‘cara de blues’ mas não solada em pentatônica. Além do riff inicial ser um dos riffs de guitarra mais executados e aprendidos do Planeta.
Num álbum inteiro de hard rock do melhor ainda merece destaque especial, além das já citadas, a faixa “Paradise City”
A capa original do álbum foi considerada violenta e censurada nos EUA, sendo substituída pelo crucifixo com as caveirinhas. Mas no Brasil, assim como em outros países o álbum manteve a capa original.

O que veio a seguir foi mais um EP intitulado “Lies” (1988) com quatro faixas acústicas sendo umas delas o sucesso “Patience”. No Brasil lançado como álbum incluindo de um lado o EP acústico e do outro as quatro faixas ao vivo do EP independente “Live ?!*@ Like a Suicide?” de 1986.


"Use Your Illusion I e II" (1990) Álbuns lançados simultaneamente pela banda. Pode-se dizer que foi um lançamento ousado! Pois o valor de materiais fonográficos na época já tornava “complicado” se lançar dois álbuns no mesmo dia! Mas ambos os álbuns, Use Your Illusion I e II foram sete vezes disco de platina pela RIAA (“Associação da Indústria de Gravação da América” representa a indústria de gravação nos EUA). E, novamente pra quem gosta de números “Use” I vendeu cerca de 28 milhões de cópias e “Use” II um pouquinho mais: 30 milhões. E o Guns conseguiu outra “façanha”, fazer com que uma música de nove minutos, “November Rain” ocupasse destaque nas rádios. Aliás! Foi uma época em que quase todo mundo que casou quis trocar a tradicional marcha nupcial por “November Rain”! Os fãs consideram que os clipes de “November Rain”, “Don’t Cry” (ambas do “Use” I) e “Estranged” (cujo clipe custou cerca de três milhões de dólares e a faixa está no “Use” II) formam uma trilogia. Use Your Illusion também contou com mudanças na formação com Matt (ex- The Cult) assumindo a bateria e o ingresso de Dizzy Reed (tecladista) na banda. Além de Axl tocar piano em diversas faixas. E também algumas faixas cantadas por outros membros da banda.
Em Use Your Illusion I estão “November Rain”, a versão original de “Don’t Cry”, a participação de Alice Cooper em “The Garden” e um cover de Paul Mc Cartney: “Live and Let Die” que se tornou sucesso também na regravação do Guns!
Em Use Your Illusion II estão “Civil War”, a versão letras alternadas de “Don’t Cry”, “Estranged” e o sucesso “You Could be Mine” da trilha de Exterminador do Futuro II e um cover de Bob Dylan: “Knockin’ on Heaven’s Door” que também foi um grande sucesso com o Guns!

A discografia da banda segue com The Spaghetti Incident? (1993) um álbum apenas de coveres, com várias delas de bandas punk. Pessoalmente adoro a faixa “Hair of the Dog” cuja gravação original foi da banda “Nazareth” e a meu ver se alguém teria que coverizar Nazareth teria que ser o Guns pelo modo de Axl cantar!

Desde então apenas em novembro de 2008 a espera de treze anos dos fãs por material novo da banda termina com o lançamento mundial de “Chinese Democracy” (restando apenas Axl e Dizzy na formação atual do grupo)




Red Hot Chili Peppers


Dos californianos do Red Hot quero incluir dois álbuns na minha lista de dicas. São eles:
Blood Sugar Sex Magik” (1991), quinto da álbum da banda formada em 1983.
O álbum conta com “Give It a Away” que projetou a banda ao grande sucesso. E também “Suck My Kiss” e “Under the Bridge” e “Breaking the Girl" todas grandes sucessos de um ótimo álbum!
E “Californication” (1999) sétimo álbum da banda, e também o mais bem sucedido!
“Around the World”, “Scar Tissue” (Melhor canção de Rock no Grammy 2000), “Otherside” e claro “Californication” são os destaques do álbum!

John Frusciante foi o guitarrista do álbum “Blood Sugar...” havia ingressado substituindo o guitarrista original Hillel Slovak, falecido devido a uma overdose, que foi homenageado na faixa “My Lovely Man”. No álbum seguinte “One Hot Minute” John foi substituído por Dave Navarro (ex- Jane’s Addiction) Retornou ao grupo no álbum “Californication” gravou os dois seguintes, “By the Way” e “Stadium Arcadium”. Atualmente John tornou a deixar o grupo e Josh Klinghoffer, também californiano, é o novo guitarrista do grupo. Os demais integrantes são Anthony Kiedis (vocal), Flea (baixo) e Chad Smith (bateria)

Ainda faltam 15 álbuns para completar a lista! Volte a acessar esse blog na próxima quarta!
Você pode escutar algumas músicas dos 100 álbuns na rádio dos 100 álbuns!

http://www.lognplay.com/radio.asp?cod_rad=26076


...beijinhos***

2 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Guns n’ Roses
    Eu adoro essa banda!!!
    Parabéns pelo post ^^

    Beijos

    ResponderExcluir